Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de novembro de 2019, 21h02

Militante do MST de 68 anos é assassinado no Rio de Janeiro

Sebastião Carvalho foi morto no Assentamento Irmã Dorothy, localizado no município de Quatis

Foto: Coletivo de Comunicação MST-RJ

O estímulo à violência promovido pelo governo de Jair Bolsonaro segue vitimando os movimentos sociais. Sebastião Carvalho, de 68 anos, foi assassinado neste domingo (10), no Assentamento Irmã Dorothy, localizado no município de Quatis, no Rio de Janeiro. As informações são de Clívia Mesquita, para o Brasil de Fato.

Conhecido como seu Tião, sua trajetória é marcada por muita luta. Ele sobreviveu ao garimpo da Serra Pelada e esteve nas disputas por terra em vários estados do país.

No sul do Rio, era assentado há sete anos com a família. Sua esposa, dona Lúcia, é referência em produção agroecológica de alimentos.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou uma nota para denunciar o descaso com a reforma agrária no estado.

Condições de vida

“Exigimos a regularização e a efetivação completa das políticas de Reforma Agrária que garantam o desenvolvimento do assentamento e as melhorias das condições de vida das famílias que ali se encontram, garantindo-lhes a tão sonhada dignidade imposta pela Constituição, bem como a responsabilização de quem tirou a vida do seu Tião, e do poder público por este crime bárbaro”, diz o texto.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags