Fórumcast #19
24 de agosto de 2018, 20h24

Militantes fazem “lulaço” em frente ao apartamento de Cármen Lúcia em BH

Ato foi organizado por integrantes de uma vigília que apoia a greve de fome de sete ativistas contra a volta da miséria no país e em prol da candidatura de Lula. Assista

Reprodução/Facebook

Dezenas de manifestantes realizaram, no início da noite desta sexta-feira (24), um “lulaço” em frente ao apartamento da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, em Belo Horizonte (MG). O intuito do protesto foi fazer pressão para que a ministra paute o julgamento das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) que questiona a legalidade das prisões em segunda instância. Já há consenso no STF sobre o tema e o julgamento poderia dar a liberdade ao ex-presidente Lula e garantir seu direito de concorrer na eleição.

Leia também
Grevistas de fome pedem a Rosa Weber que ela seja “consciente” em voto de ADC’s

A reivindicação é o principal motivo da greve de fome de sete ativistas, iniciada há 25 dias. Com o intuito de apoiar os grevistas, foi organizada uma vigília na capital mineira que, por sua vez, concretizou o ato de hoje.

“Responsabilizamos o judiciário brasileiro pela atitude extrema que estamos tomando. Caso algum companheiro venha a morrer, consideraremos um assassinato”, disse um dos militantes no ato em frente ao apartamento da ministra.

Veja também:  Defesa de Lula pede explicações no STF sobre retirada de nova ação do ex-presidente da pauta

Assista.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum