Fórumcast, o podcast da Fórum
25 de janeiro de 2018, 15h50

Movimento estudantil organiza churras na frente do “tríplex do Lula”

Evento será no sábado, dia 3 de fevereiro, em frente ao apartamento no Guarujá (SP)

Evento será no sábado, dia 3 de fevereiro, às 13h, em frente ao apartamento atribuído ao ex-presidente, mas que está no nome da OAS

Da Redação

“Se o tríplex é do Lula, então o tríplex é do povo!” Com esta frase os organizadores do evento “Churras no tríplex do Lula” convidam para o protesto bem-humorado contra a condenação do ex-presidente nesta quarta-feira (24). “Traga sua cervejinha gelada, uma cachacinha e venha confraternizar com os compas no churras de inauguração do apartamento novo do Lula! Afinal, os novos vizinhos do presidente precisam conhecer os amigos dele!”.

A manifestação está sendo convocada por três jovens do movimento estudantil, entre eles, a presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE) Marianna Dias. “Vamos ao tríplex com irreverência protestar contra a injustiça”, explicou ela à Fórum. O apartamento fica na praia Astúrias, no município do Guarujá, litoral sul de São Paulo. O apartamento atribuído a Lula está no nome da empreiteira OAS.

“O resultado de uma condenação parcial e sem provas nos provoca uma indignação imensa, pois o judiciário se mostrou arbitrário e, sem nenhum pudor, escolheu um lado ao promover perseguição ao Lula, por ser o candidato mais popular nas pesquisas. Vamos lutar com mais consciência para lotar as ruas e escrever a história com nossas mãos”, acrescentou.

Em apenas um dia após a criação do evento, cerca de 10 mil pessoas já manifestam interesse e 4 mil confirmaram presença, até o fechamento desta nota. Por conta da dimensão que o churras tomou, os organizadores decidiram fazer uma vaquinha online.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum