MST fará reunião com a CIDH para discutir reforma agrária no Brasil

Representantes da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, ligada à OEA, receberá denúncias de violações ocorridas no país e solicitará a intervenção do organismo

A CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) realizará uma reunião com representantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) na próxima quarta-feira (9), cuja pauta será a reforma agrária no Brasil.

O encontro está marcado para as 11h (hora de Brasília), e será presidido pelo magistrado mexicano Joel Hernández. A pauta principal é a paralisação da reforma agrária no país e as violações aos direitos humanos cometidas contra aqueles que lutar pelo seu direito à terra.

A CIDH é um organismo ligado à OEA (Organização de Estados Americanos) e que tem o poder de fazer recomendações aos países membros (como o Brasil) a respeito de situações de desrespeito aos direitos humanos e proteção de pessoas que têm esses direitos ameaçados.

O MST deve aproveitar o encontro para denunciar situações que os trabalhadores sem terra vêm sofrendo no Brasil.

Um dos casos que deve ser apresentado, por exemplo, é o do despejo do Quilombo Campo Grande, em Minas Gerais, que chegou a sofrer um ataque incendiário por parte da Polícia Militar de Minas Gerais em agosto deste ano, por ordem do governador Romeu Zema (Novo).

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR