No aniversário do golpe, brasileiros voltam às janelas com panelaços contra Bolsonaro

Mobilização em todo o país repudia as comemorações ao golpe de 1964 e pede o impeachment do presidente

Um grande panelaço contra o presidente Jair Bolsonaro, realizado em inúmeras regiões do país, marcou a noite desta quarta-feira (31), dia em que se completam 57 anos do golpe militar de 1964, marco do início da ditadura sanguinária que durou até a década de 1980.

A mobilização foi convocada para repudiar o autoritarismo dos anos de chumbo, as comemorações pela data feitas pelos saudosos da ditadura e também para demonstrar repúdio a Bolsonaro, que nesta semana criou uma crise sem precedentes com os militares em meio à troca feita no Ministério da Defesa e a demissão coletiva da cúpula das Forças Armadas.

Entre as palavras de ordem dos manifestantes nas janelas, destacaram-se “ditadura nunca mais”, “bolsonaro genocida” e “fora Bolsonaro”.

O último grande panelaço contra Bolsonaro havia sido registrado no último dia 23, durante um pronunciamento do presidente em cadeia nacional de rádio e televisão sobre medidas de combate à pandemia.

Confira alguns registros dos protestos desta quarta-feira.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.