No Dia do Meio Ambiente, manifestantes protestam em Brasília contra Bolsonaro e Salles

Sindicatos e movimentos sociais usaram troncos de árvore para simbolizar aumento do desmatamento no atual governo

No Dia do Meio Ambiente, celebrado neste 5 de junho, movimentos populares organizaram diversas ações para denunciar a crise ambiental no país, assim como exigir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro e a saída do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Em Brasília, sindicatos e movimentos populares fizeram uma manifestação que contou com diversas faixas pedindo “Fora, Bolsonaro” e “Fora, Salles”. Os militantes também levaram troncos de madeira para simbolizar o aumento de desmatamento sob gestão do atual ministro do Meio Ambiente, assim como as denúncias contra ele de que teria favorecido madeireiros do Pará em exportações ilegais do produto.

“As violações de direitos cometidas pelas corporações mineradoras e hidrelétricas, as grandes queimadas promovidas pelo latifúndio e pelo agronegócio, são ações do ‘passar a boiada’ do atual governo federal”, escreveu o perfil da CUT nas redes sociais sobre os atos deste sábado.

Em uma das ações, também em Brasília, manifestantes fincaram cruzes no chão para lembrar as mais de 470 mil mortes por Covid-19 no Brasil. Nas redes sociais, os movimentos sociais também usam as hashtags #EmDefensaDelPlaneta e #PovoVivoFlorestaEmPé para protestar.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.