Panelaço gigante: brasileiros de esquerda e direita voltam às janelas com gritos de “Fora, Bolsonaro”

A manifestação, encampada por pessoas de esquerda e que marcou o início da pandemia no Brasil, ganhou a adesão de parte da direita, que diante da tragédia em Manaus agora se soma ao coro pelo impeachment do presidente; confira

Os panelaços voltaram com tudo na noite desta sexta-feira (15). A manifestação nas janelas contra o presidente Jair Bolsonaro se tornaram rotina para os brasileiros no início da pandemia. Para se ter uma ideia, entre abril e março de 2020 foram realizados ao menos 19 panelaços seguidos, que ocorriam todos os sábados, às 20h.

Desta vez, no entanto, a mobilização teve um componente novo: além das pessoas e movimentos sociais de esquerda, já habituados a protestarem contra o presidente, parte da direita arrependida também convocou os panelaços, entre eles o apresentador da globo e virtual candidato à presidência Luciano Huck.

Com gritos de “fora, Bolsonaro” e “genocida”, os panelaços desta sexta-feira, que ocorreram em todo o país, se somam ao clamor pelo impeachment do chefe do Executivo, que se intensificou essa semana, tanto no meio político quanto na sociedade civil, por conta da omissão do governo, que culminou com o caos na Saúde pública em Manaus, com inúmeras pessoas morrendo por conta da falta de oxigênio nos hospitais.

Confira, abaixo, alguns registros de panelaços postados por usuários das redes sociais.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.