Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de fevereiro de 2020, 16h20

Petroleiros se reúnem com Maia e Alcolumbre

Os líderes do Legislativo se comprometeram a intermediar o diálogo dos petroleiros, em greve, com o Governo Federal

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) se reuniu na tarde desta quarta-feira com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o presidente do Senador, Davi Alcolumbre. O encontro, que contou com a presença de alguns parlamentares e centrais sindicais, direcionou

Com a ampliação da greve e a resposta do Judiciário, os petroleiros passaram a buscar mediadores em Brasília. Até o momento 108 unidades do Sistema Petrobras aderiram à greve em solidariedade aos trabalhadores da Fafen-PR: 50 plataformas, 23 terminais, 11 refinarias e mais outras 20 unidades operacionais e 3 bases administrativas com trabalhadores em greve por todo o país.

Segundo a líder da Minoria na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), os dois presidentes das casas legislativas vão acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) questionando uma decisão dos ministros da Corte que permitiu a venda de subsidiárias de estatais sem a autorização do Congresso.

Maia e Alcolumbre também se comprometeram a conversar com o Governo Federal sobre a possibilidade de voltar atrás nas demissões em massa na estatal que estão previstas para se concretizarem na próxima sexta-feira. Esse é um dos principais pontos de reivindicação da greve dos petroleiros.

“Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia ficaram de hoje mesmo entrar em contato com Paulo Guedes e a empresa para tentar abrir o diálogo, cumprindo o acordo coletivo, para que a greve possa ser suspensa, para que a ocupação possa ser suspensa e para que as demissões possam ser suspensas”, relatou ainda Feghali.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum