Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de fevereiro de 2020, 10h51

Presidente da Fundação Palmares usa imagem de Gilberto Gil com a neta em tuíte de sua “teoria” sobre racismo

Sergio Nascimento sustenta a tese de que não há racismo no Brasil. “Racismo real existe nos Estados Unidos. A negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda”, disse quando nomeado por Bolsonaro para a fundação

Gilberto Gil e Sergio Camargo Nascimento (Montagem)

Liberado há 3 dias pelo ministro João Otávio Noronha para assumir a presidência da Fundação Palmares no governo Jair Bolsonaro, Sergio Camargo Nascimento usou supostas críticas a um vídeo em que Gilberto Gil canta ao lado da neta, Flor Gil, para se defender e sustentar sua tese de que “raça não tem importância alguma”.

“Militantes negros fazem ataque racista à neta de Gilberto Gil, que na visão doentia e criminosa deles cometeu o erro de nascer branca. São os mesmos que me chamam de “racista” e “capitão do mato” por defender que raça não tem importância alguma, só o caráter importa”, tuitou Nascimento na manhã deste sábado (15).

A Fórum buscou nos perfis que aparecem nos dois prints compartilhados por Nascimento as críticas ao vídeo, mas não encontrou. Flor Gil é filha de Bela Gil com o empresário João Paulo Demasi.

Filho do escritor Oswaldo de Camargo, militante negro e coordenador de literatura do Museu Afro Brasil, Sergio Camargo Nascimento nega que haja racismo no Brasil.

“Racismo real existe nos Estados Unidos. A negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda”, afirmou em uma rede social em novembro do ano passado, dias após ser indicado por Bolsonaro para a Presidência da Fundação Palmares.

Sobre o Dia da Consciência Negra, Sérgio Camargo afirmou que o “feriado precisa ser abolido nacionalmente por decreto presidencial”.

Para ele, data “causa incalculáveis perdas à economia do país, em nome de um falso herói dos negros (Zumbi dos Palmares, que escravizava negros) e de uma agenda política que alimenta o revanchismo histórico e doutrina o negro no vitimismo”.

Irmão de Sérgio, Wadico Camargo disse que tem vergonha “de ser irmão desse ‘capitão do mato’.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum