Vídeo: Mulher agride homossexual em ataque homofóbico em padaria de SP

"Eu não estou falando porra nenhuma. Isso aqui é uma padaria gay?", diz a mulher, após agredir um homossexual em SP

Uma mulher, identificada como Lidiane Biezok, protagonizou um ataque homofóbico, agredindo um homossexual, em uma padaria na região da Pompéia, zona Oeste de São Paulo.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Lidiane, que apagou seus perfis no Instagram e no Linkedin, provoca o homossexual dizendo “bucetinha no cu”.

Em seguida, ela segue o rapaz pela padaria e o agride, jogando objetos da padaria. Abordada por funcionárias no caixa, a mulher faz mais ataques homofóbicos.

“Eu não estou falando porra nenhuma. Isso aqui é uma padaria gay?”, indaga. Assista ao vídeo.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.