Imprensa livre e independente
17 de outubro de 2017, 16h30

MPF obriga Luciano Huck a pagar indenização e retirar cerca de casa em Angra

Após seis anos de condenação e recursos por parte da defesa, apresentador terá de cumprir a pena de retirar a cerca e de pagar indenização de R$ 40 mil.

Após seis anos de condenação e recursos por parte da defesa, apresentador terá de cumprir a pena de retirar a cerca e de pagar indenização de R$ 40 mil. Da Redação* Depois de seis anos de o apresentador Luciano Huck ter sido condenado por cercar com boias sua casa na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis (RJ), o MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro) solicitou a execução da sentença, já que todas as opções de recursos foram esgotadas. Além de retirar as boias, Huck terá que pagar uma indenização no valor de R$ 40 mil por danos...

Após seis anos de condenação e recursos por parte da defesa, apresentador terá de cumprir a pena de retirar a cerca e de pagar indenização de R$ 40 mil.

Da Redação*

Depois de seis anos de o apresentador Luciano Huck ter sido condenado por cercar com boias sua casa na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis (RJ), o MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro) solicitou a execução da sentença, já que todas as opções de recursos foram esgotadas. Além de retirar as boias, Huck terá que pagar uma indenização no valor de R$ 40 mil por danos morais coletivos em decorrência da degradação ao ambiente.

Condenado em 2011, a defesa do apresentador afirmou que o cerco se destinava à maricultura. No entanto, de acordo ccom MPF-RJ [autor da ação], Huck usou “um pretexto para legitimar a apropriação de bem de uso comum do povo”.

Após uma série de recursos negados, inclusive pelo STJ (Supremo Tribunal de Justiça), a sentença transitou em julgado em 1º de agosto de 2017, data a partir da qual não cabe mais recurso. Por isso, o MPF pede a intimação de Huck para comprovar o cumprimento da determinação judicial.

Veja também:  Após facada, Bolsonaro disse no hospital que eleição estava ganha: "Agora não precisa fazer mais nada"

No requerimento de execução, o MPF pede, além da comprovação da retirada da estrutura de boias e da aplicação da indenização de R$ 40 mil, que também seja calculado o valor da multa referente ao descumprimento da decisão liminar concedida pela Justiça Federal em 2010.

Em nota, o apresentador disse que: “em agosto de 2017 foi comprovado, em juízo, o depósito da quantia atinente à condenação em danos morais”. As boias “relacionadas à maricultura”, segundo o texto, foram retiradas em outubro de 2010.

*Com informações do BOL

Foto: Reprodução/Google

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum