Imprensa livre e independente
30 de junho de 2019, 19h08

Mulher quase é agredida em manifestação pró-Moro em Brasília porque tinha cabelos vermelhos

O caso foi registrado pelo jornalista George Marques, correspondente da Revista Fórum em Brasília, que estava presente no local, e gravou vídeo mostrando o momento em que uma amiga da pessoa acusada tenta desesperadamente provar para os demais que ela não é uma infiltrada.

Mulher foi acusada e ameaçada por bolsonaristas pela cor dos seus cabelos. (Foto: Reprodução Twitter)
Durante a manifestação deste domingo (30) em Brasília, viveu-se mais um momento de tensão entre diferentes grupos de direita presentes no evento. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo O caso foi registrado pelo jornalista George Marques, correspondente da Revista Fórum em Brasília, que estava presente no local, quando uma pessoa que estava em cima do carro de som acusou uma mulher no público de ser petista, por causa do seu cabelo vermelho. “Uma pessoa do trio disse que uma senhora de cabelo vermelho era petista. Em seguida falaram que...

Durante a manifestação deste domingo (30) em Brasília, viveu-se mais um momento de tensão entre diferentes grupos de direita presentes no evento.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O caso foi registrado pelo jornalista George Marques, correspondente da Revista Fórum em Brasília, que estava presente no local, quando uma pessoa que estava em cima do carro de som acusou uma mulher no público de ser petista, por causa do seu cabelo vermelho.

“Uma pessoa do trio disse que uma senhora de cabelo vermelho era petista. Em seguida falaram que se ela não saísse iria apanhar. Os amigos dela defenderam: `ELA É BOLSONARO!´, tentando convencer as pessoas a não a agredirem . É esse o nível das `pessoas de bem´ que defendem Moro”, relatou o correspondente, em seu Twitter, que traz vídeo mostrando o momento em que uma amiga da pessoa acusada tenta desesperadamente provar para os demais que ela não é uma infiltrada.

Esta não foi a única confusão registrada neste domingo entre manifestantes de direita. No Rio e em São Paulo, alguns grupos de direita atacaram o MBL com faixas e gritos provocativos, chamando-os de “vendidos”, “traidores” e até “petralhas”.

Veja também:  Jornalista da CBN chama Bolsonaro de racista, ignorante, mentiroso, autoritário, persecutório, mal-educado e despreparado

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum