Idoso de 71 anos é preso após assediar jovem de 14 anos no litoral de São Paulo

Primo da vítima grava o momento do abuso e o homem acaba detido por policiais da Delegacia de Defesa da Mulher de Praia Grande

As investigações estão sendo realizadas pela Delegacia da Mulher de PG - Foto: Divulgação/Governo de SP
Escrito en MULHER el

Uma equipe de policiais da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, prendeu um idoso, de 71 anos, por suspeita de prática do crime de importunação sexual contra uma adolescente, de 14 anos, de acordo com reportagem do G1.

Segundo a delegada Lyvia Bonella, da DDM do município, o caso ocorreu no dia 12 de dezembro, na casa da vítima, localizada no bairro Sítio do Campo.

O primo da adolescente gravou a cena e o vídeo, obtido pelo G1, mostra o momento em que o homem passa a mão nas partes íntimas da jovem. Mesmo com as imagens, o idoso negou o crime na delegacia.

O suspeito era um antigo empregador de uma das irmãs da jovem, considerado amigo da família e, por isso, frequentava o local. No dia do ato criminoso, ele se dirigiu à residência, mas a irmã da vítima não estava.

O homem achou que estivesse sozinho com a jovem, se aproximou por trás dela, que estava sentada em uma cadeira, usando o celular, e começou a passar a mão nas partes íntimas dela.

A delegada explicou que a mãe da jovem ficou sabendo do caso e registrou um boletim de ocorrência (BO) na Delegacia Sede da cidade.

“Como é um crime contra a dignidade da adolescente, foi encaminhado para a Delegacia da Mulher. Nós iniciamos as investigações, descobrimos o local de trabalho do investigado, onde ele residia e as imagens foram encaminhadas, cedidas pelo primo”, revelou Lyvia. O homem continua preso.

Infarto

A mãe da adolescente, que prefere não se identificar, em entrevista ao G1, disse que sofreu um infarto logo após o ocorrido. Ela está internada desde o último dia 20 e disse que está “aliviada” com a prisão do suspeito.

A mãe destacou, ainda, que o idoso era amigo da família. “A gente nunca espera que aconteça com a gente. Acabou acontecendo”.