domingo, 20 set 2020
Publicidade

Bolsonarista que filmou mulheres em prática de yoga no Rio diz que objetivo era ser engraçado

O empresário bolsonarista Ricardo Roriz, acusado de filmar e expor sem consentimento vídeos de mulheres praticando yoga na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul do Rio de Janeiro, afirmou em novo depoimento à polícia que suas publicações teriam finalidade “humorística”.

A declaração foi dada aos investigadores nesta segunda-feira (10), segundo o G1. O homem afirmou que faz gravações do tipo há seis anos com o objetivo de ser engraçado.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Valéria Aragão, Roriz tem o costume de frequentar o local há muito tempo.

“Ele teria feito zoom e feito comentários ofensivos a uma vítima. De igual modo, ele afirmou que se sente arrependido do que fez e há seis anos ele começou a fazer vídeos e postá-los com toque de humorismo”, afirmou.

O último depoimento de Roriz ocorre após uma nova vítima denuncia-lo por ter exposto um vídeo dela na internet sem seu consentimento. A publicação, divulgada para cerca de 300 mil seguidores, teria acontecido menos de um mês antes de gravar a advogada Mariana Maduro durante prática de acroyoga com uma amiga.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.