Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de fevereiro de 2020, 11h56

Damares abandona principal programa de combate à violência contra mulher

A ministra cancelou a construção de novas unidades da "Casa da Mulher Brasileira", que atenderiam vítimas de agressões físicas e psicológicas

Casa da Mulher Brasileira (Foto: Ministério dos Direitos Humanos)

Desde que assumiu o poder, o governo de Jair Bolsonaro ainda não repassou nenhum centavo ao principal programa de combate à violência contra a mulher do país. O objetivo da “Casa da Mulher Brasileira” era o de operar em todos os estados com pelo menos uma unidade, atendendo mulheres que sofrem com agressões físicas e psicológicas.

O projeto vem do governo da ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2015. No entanto, até agora, apenas cinco unidades estão funcionando e, em São Paulo, o prédio precisou de auxílio privado para que a obra fosse concluída. A ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, já admitiu que não tem condições de manter o programa e, no ano passado, autorizou a paralisação total da construção de novas unidades.

O orçamento voltado para políticas do tipo vem caindo ano após ano. Entre 2015 e 2019, o orçamento da Secretaria da Mulher, órgão do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, foi reduzido de R$ 119 milhões para R$ 5,3 milhões.

Levantamento feito pelo jornal Estado de S. Paulo também aponta que, no mesmo período, os pagamentos para atendimento às mulheres em situação de violência recuaram de R$ 34,7 milhões para apenas R$ 194,7 mil. Enquanto isso, no Brasil, uma mulher é agredida a cada quatro minutos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum