#Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de outubro de 2019, 13h48

Eleição do Conselho Municipal de Política para as Mulheres ocorre no próximo domingo em SP

Entre as atribuições do conselho estão a atuação no controle social de políticas públicas e serviços voltados às mulheres

Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

São Paulo receberá no próximo domingo (27) a eleição do Conselho Municipal de Política para as Mulheres. A votação ocorrerá em todas as regiões da cidade, das 9h às 15h. O processo eleitoral elegerá 25 representantes, sendo 15 de movimentos sociais e entidades civis e 10 representantes das regiões da cidade para os anos de 2020 e 2021.

Entre as atribuições do conselho estão a atuação no controle social de políticas públicas e serviços voltados às mulheres, à promoção da igualdade de gênero e o estímulo a participação das mulheres nos órgãos públicos.

De acordo com a vereadora Juliana Cardoso (PT), a eleição para o Conselho deve exigir a mesma mobilização que houve com a eleição do Conselho Tutelar na cidade de São Paulo, pois “a direita está de olho em todos os espaços de participação e controle social”.

“O conselho de políticas para as mulheres é uma conquista do movimento e um legado da nossa gestão/gestão do Haddad, portanto nós mulheres e homens petistas temos responsabilidade na eleição de mulheres de luta e comprometidas com o feminismo”, destaca a vereadora.

Como participar

Para participar do processo eleitoral é preciso ir até o local de votação levando documento de identidade com foto, título de eleitora e comprovante de residência atualizado e de sua titularidade. Somente será permitido a participação de mulheres. As imigrantes que desejarem participar devem apresentar o Registro Nacional de Estrangeiro (RNE), e as trans uma autodeclaração de gênero. Os pontos de votação compreendem as zonas norte, sul, leste, oeste e centro. Confira aqui a lista completa.

Durante o processo, a pessoa deverá votar em três representantes: o primeiro voto será destinado à candidata relacionada a movimentos e entidades de carácter específico feminista; o segundo voto para a representante de movimentos e entidades de caráter misto que tenha atuação em gênero; o terceiro voto deverá ser dado à candidata que representa a uma das cinco regiões de residência da eleitora.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum