Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de março de 2020, 07h08

Em razão do 8 de março, Regina Duarte diz que Brasil precisa de “mulheres mais parceiras de seus companheiros”

Ao invés de enaltecer a independência das mulheres, secretária de Cultura resolveu falar sobre responsabilidades domésticas; "A família precisa dessa mulher dedicando mais tempo às crianças"

Foto: Carolina Antunes/PR

Enquanto mulheres ao redor de todo o mundo lutam para que o dia 8 de março seja uma data de enaltecimento da luta das mulheres por igualdade, independência e contra o machismo, no governo Bolsonaro a lógica que impera parece ser ainda a da mulher como provedora do lar, que deve servir ao marido. Ao menos é o que sinalizou a secretária especial de Cultura, Regina Duarte.

Nesta sexta-feira (7), em evento no Palácio do Planalto em razão do Dia Internacional das Mulheres, a ex-atriz afirmou que o Brasil “precisa de mulheres mais parceiras de seus companheiros”.

Para Duarte, as famílias precisam de mulheres “dedicando mais tempo às crianças”. “Houve muitas conquistas, conquistas extraordinárias. E também muitas perdas. E falo de quanto a família precisa dessa mulher equilibrando pratos da sua enorme responsabilidade, dedicando mais tempo às crianças, sendo um ser social ativo, participante e criador. Isso se reflete na dificuldade, acho que essa é grande meta de desafios que nós mulheres temos que enfrentar daqui para frente”, afirmou em um púlpito colocado em frente a um painel cor de rosa com a frase “a superação está em todas nós”.

O presidente Jair Bolsonaro esteve no evento, mas resolveu não discursar. Participaram também da solenidade os ministros Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (GSI) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum