Engenheiro desejou “feliz Natal” a amigos de beach tênis antes de assassinar juíza

Paulo José Arronenzi era conhecido como "risadinha", segundo amigos com quem jogou uma partida de beach tênis na praia de Ipanema antes de assassinar a ex-esposa, a juíza Viviane Amaral, na frente das filhas do casal

O engenheiro Paulo José Arronenzi desejou um “feliz Natal” a colegas com quem dividiu a quadra de beach tênis na praia de Ipanema horas antes de assassinar a facadas a ex-esposa, a juíza Viviane Vieira do Amaral, a facadas em frente às filhas do casal – gêmeas de 7 anos e uma de 9 anos – no fim da tarde do dia 24 de dezembro.

Segundo depoimentos prestados por três amigos, o engenheiro era conhecido como “risadinha” e jogou uma partida de beach tênis de duplas por voltas das 10h e 11h, cerca de 7 horas antes de se dirigir para o encontro com a ex-esposa.

De acordo com os amigos, Paulo tinha o apelido “por ser uma pessoa risonha e de bem com todos”. Na véspera do Natal, ele teria confidenciado que não sabia onde comeria rabanada naquela noite.

Uma amiga que prestou depoimento, no entanto, disse que Paulo “passou a ter um comportamento diferente, demonstrando estar deprimido, sempre triste e lamentando o relacionamento” após a separação do casal, em setembro passado. Ele estaria desempregado e, segundo a mulher, fazia o papel de “dono de casa” por ter tempo livre para “fazer as coisas e ficar com as crianças”.

No último sábado, a Justiça recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra o engenheiro. Na decisão, o juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, da 3ª Vara Criminal, manteve a prisão do acusado.

Segundo o magistrado, “imperativa é a segregação cautelar de Paulo, pessoa dotada de postura violenta e, indiciariamente falando, responsável por agredir diversas vezes, mediante tortura, Viviane na presença das três filhas menores na véspera de Natal, data tão significativa para o universo infantil”.

Com informações do jornal Extra

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR