Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de fevereiro de 2020, 20h02

Exclusivo: Menina assediada por motorista fala à Fórum

"Me dói saber que tem até mulheres falando que eu quis fazer isso pra aparecer, que eu queria ibope, sendo que eu nem tinha noção da repercussão", disse a adolescente

Reprodução

Em vídeo que viralizou nas redes, a adolescente gravou o claro assédio do motorista de 43 anos. Ela conversou com a Fórum sobre como foram os dias depois de sua denúncia virtual.

“Na própria delegacia que fui fazer o B.O., ele [André Carvalho] já assediou uma Delegada e uma mulher de Brigadiano. Estava proibido de entrar lá. Ele vendia salgados nessa delegacia e estava há dois anos na Uber. Recebi relatos de várias gurias com quem ele teve essa mesma conversa e fora do Uber também. Então ele é um assediador, um tarado, porque eu recebi histórias bem piores de gurias que ele realmente tentou alguma coisa, porque em mim ele não chegou a encostar”, contou a menor.

“Eu quis postar o vídeo porque eu moro em cidade pequena [Viamão, próxima de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul] e quis alertar as gurias da minha cidade. Eu não imaginava o tamanho da repercussão nem que eu ia ganhar tantos seguidores, que tanta gente ia ver meu vídeo”, disse ela, que terá o nome preservado. “E me dói saber que tem até mulheres falando que eu quis fazer isso pra aparecer, que eu queria ibope, sendo que eu nem tinha noção da repercussão que ia ter”, desabafa.

Sobre a denúncia sobre o motorista para o aplicativo, ela disse: “eu mandei email pra Uber e eles não me responderam, mas, devido à repercussão, muita gente denunciou e ele foi expulso da plataforma. Mas a Uber não chegou a me dar satisfação direta.”

A assessoria da Uber informou que foi tentado o contato telefônico com ela, mas sem sucesso.

Sobre os outros relatos de assédio, a vítima disse: “acho que ainda não tinha denunciado ele, mas as histórias são comuns e ele é bem conhecido por isso na minha cidade”.

Devido a vídeo ter viralizado com o username visível, muitas pessoas chegaram ao perfil da menina, que, até então, tinha menos de mil seguidores na rede social. Agora, soma mais de 141 mil seguidores. “Desativei os comentários das minhas fotos porque botaram a culpa na minha roupa, que eu queria aparecer, que eu queria mídia, que o cara não estava fazendo nada, que de santa eu não tenho nada e coisas do tipo. Já tive crises de ansiedade durante o dia, está bem difícil. Ao mesmo tempo que estou recebendo muitas mensagens de apoio, estou recebendo mensagens horríveis. E eu abri um Boletim de Ocorrência porque devido à repercussão a própria delegada me mandou mensagem.”

“Ele nega que tenha assediado a menina. Ele comentou que está sendo injustiçado, que ele teve que deletar os perfis de mídia social, que está repercutindo muito forte na vida dele, mas ele nega e entende que não houve assédio”, disse a delegada.

“Foi a primeira vez que ele teve problema com uma passageira. Não recebemos formalmente nenhuma outra vítima, mas temos nomes e estamos indo atrás. Mas registro mais ninguém fez ainda”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum