Feminicídio no RJ: homem não aceita separação e mata ex-companheira na noite de Natal

Rafael Ventura, que já foi preso, assassinou Fernanda Damas com golpes de garrafa quebrada

O Natal de uma família de Petrópolis (RJ) terminou em assassinato. Na noite da última sexta-feira (24), um homem foi até a casa da ex-companheira e a matou com golpes de partes cortantes de uma garrafa quebrada. Ele foi preso no sábado (27).

Trata-se de um típico caso de feminicídio. De acordo com a Polícia Civil de Petrópolis, Rafael Ventura, de 38 anos, não aceitou o fim do relacionamento com Fernanda Damas, de 34 anos, e foi até a casa dela para tentar uma reconciliação. Diante da negativa da mulher, o homem a assassinou de forma brutal por volta das 21h.

A polícia conversou com pessoas que testemunharam o crime e iniciou as buscas pelo assassino ainda na sexta-feira (24). Ele foi localizado em sua casa, também em Petrópolis, na tarde de sábado (25), e preso. Além de feminicídio, Ventura responderá por tráfico de drogas, pois grande quantidade de maconha e cocaína foram localizados sob sua posse.

Feminicídio no RJ

Dados compilados do Conselho Nacional de Justiça e Painel da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos apontam que, somente nos 5 primeiros meses de 2021, os casos de feminicídio no Rio de Janeiro aumentaram em 61% com relação ao ano anterior.

Entre janeiro em maio de 2020, foram registrados 26 assassinatos de mulheres, enquanto em 2021, neste mesmo período, este número saltou para 42.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_