Giannazi quer substituição de deputado na Comissão de Ética sobre assédio na Alesp

Alex de Madureira foi visto conversando com Fernando Cury momentos antes de o acusado apalpar os seios da deputada Isa Penna

Carlos Giannazi (PSOL), deputado estadual, divulgou um manifesto, no qual pede que seu colega na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), Alex de Madureira (PSD), seja substituído da Comissão de Ética no julgamento de Fernando Cury (Cidadania), de acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Cury foi flagrado em ato de assédio sexual contra a deputada Isa Penna (PSOL), na quarta-feira (16). Giannazi alega que o acusado conversava com Madureira momentos antes de apalpar os seios de Isa e, por isso, pede que todos os deputados que presenciaram o assédio passem por uma acareação.

“A sua suplente é a deputada Marta Costa (PSD). Isso ajuda a ter mais mulheres numa comissão composta majoritariamente por homens”, declarou Giannazi, que cedeu sua vaga para Erica Malunguinho (PSOL).

Uma mulher

A Comissão de Ética é composta por nove parlamentares. Entre eles, a princípio, havia somente uma mulher, a presidente Maria Lúcia Amary (PSDB).

O deputado diz que pretende obter assinaturas de parlamentares e personalidades em apoio a seu manifesto, com o objetivo de pressionar o conselho e a Alesp.

Notícias relacionadas

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR