Influencer é acusado de estupro por ex-namorada e admite crime: “Várias vezes eu a acordei transando”

Caso viralizou nas redes com a hashtag #lucasestuprador. Jovem estava sob efeito de remédio para ansiedade quando o abuso aconteceu

O influenciador digital Lucas Biel, de Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro, está sendo acusado de estupro por sua ex-namorada, que não teve o perfil divulgado. Segundo relatos nas redes sociais, o homem teria abusado da jovem enquanto ela estava dopada, sob efeito de remédio para ansiedade.

O caso viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira (9) com a hashtag #lucasestuprador. O influenciador chegou a admitir o crime, mas depois passou a culpar a vítima.

Em vídeos no Instagram, Lucas diz que foi “criado por mulheres” e que sua atitude foi “horrível”. “Eu sei que estou errado, assumo. Atitude horrível que tive. Não só essa atitude, mas o resto que eu fiz. Eu sei o que fiz. Tudo bem vocês caírem matando em cima de mim”, disse.

Em outra publicação, o influenciador confessa o crime ao dizer que “várias vezes” teve relações sexuais com a ex-namorada enquanto ela dormia. Em relação ao fato de ela estar dopada no momento do abuso, ele diz que não sabia que a jovem estava sob efeito do remédio.

“Eu não sabia que ela tinha tomado remédio. Várias e várias vezes eu já acordei transando, ela continuava. Estupro é quando a pessoa ou está inconsciente ou quando ela diz não. No mesmo minuto que eu vi que ela havia tomado remédio, no mesmo minuto eu parei”, diz o influenciador, em tentativa de justificar o ato.

Em seguida, ele passa a culpar a jovem dizendo que ela expôs o caso por ciúmes de uma ex-namorada dele. “Isso aconteceu há mais de um mês, ela só resolveu expor isso na internet no dia que viu no celular da minha mãe conversa dela com a minha ex. Se ela tivesse considerado a hipótese de um estupro, no mesmo minuto ela terminaria ou denunciaria. Minha própria mãe quis que ela me denunciasse, mas a própria disse que não queria e que me amava”, completa.

Em outro vídeo que circula nas redes, Lucas Biel continua negando a autoria do estupro com o argumento de que a ex-namorada foi a um baile funk dias após o crime.

“Uma pessoa que é estuprada é traumatizada, com certeza. A própria estava no baile ontem, a própria estava fazendo live de calcinha”, afirma.

O caso gerou revolta nas redes sociais, especialmente pelo fato do influenciador ter admitido que mantinha relações sexuais com a ex-namorada enquanto ela dormia. O ato configura em estupro, já que a mulher não tem condições de consentir uma relação enquanto dorme.

Confira algumas reações:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.