Modelo acusa ex-namorado de agressão depois de terminar relacionamento

Gabriela Casellato Brito teve mandíbula e nariz quebrados após ser espancada pelo empresário Felipe José Pereira de Jesus

O empresário Felipe José Pereira de Jesus está sendo acusado de espancar a modelo Gabriela Casellato Brito, de 24 anos, sua ex-namorada. Ela prestou queixa e disse que, um dia depois de terminar o relacionamento, ele a agrediu e fraturou a mandíbula e o nariz da jovem.

O relacionamento dos dois durou um ano. A modelo informou que reside em São Paulo e a família em cidades da Baixada Santista. Antes da agressão, o empresário enviou uma mensagem à modelo: “Você foi bem corajosa esta noite”, disse, se referindo ao término da relação.

“Ele sempre foi uma pessoa encantadora para mim. Era típico daquele namorado que não existia, que fazia de tudo por mim, e não reclamava sequer de uma coisa minha. Depois de um tempo ele começou a faltar com respeito ao me xingar, me ofender. Já chegou a me queimar com cigarro, me dar um tapa na cara na frente de todo mundo, até que ocorreu essa última agressão”, declarou Gabriela, em entrevista ao G1.

Ela contou, ainda, que no dia 17 de janeiro acordou e percebeu que estava com vários ferimentos no rosto e toda ensanguentada. A modelo levantou da cama com dificuldade e viu que o ex-namorado estava em seu apartamento.

Gabriela observou que a porta havia sido arrombada e que ela tinha sido brutalmente agredida, até perder a consciência. A modelo, então, pediu socorro a uma vizinha e o empresário fugiu.

“Eu estava em estado de choque. Não conseguia entender muito bem o que estava acontecendo. Quando me dei conta eu só pensei em correr, estava com muito medo de ele me matar ou de ter acontecido algo grave com as agressões que ele fez. Estava sangrando muito por causa das agressões e com muita dor na cabeça por causa das porradas”, relembrou.

Após ser medicada, Gabriela, familiares e amigos divulgaram o fato nas redes sociais. “Eu precisava expor e deixar em evidência tudo o que aconteceu, não só por mim. Tudo o que aconteceu não pode ser mudado. Mas, sim, por outras mulheres que sofrem com agressões e não conseguem denunciar por medo, chantagem, dependência emocional ou financeira. Eu quis ser porta-voz para todas as mulheres que não precisam passar por isso sozinhas”, contou a modelo.

BO e medidas restritivas

Ela registrou boletim de ocorrência (BO) e conseguiu uma liminar na Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher, que garante medidas protetivas de urgência.

Gabriela está promovendo uma campanha de arrecadação online para juntar dinheiro para um procedimento cirúrgico. “Preciso fazer uma cirurgia ‘pós-traumática’ com um médico especializado e logo após realizar a plástica, porque ele deformou todo meu nariz. Sinto dores fortes até hoje, 15 dias após a agressão”.

Com informações do G1

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR