quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Mulheres vão para frente do hospital defender direito ao aborto de menina de 10 anos

A tentativa de invasão de um hospital de Recife por parte de grupos de religiosos fanáticos, que queriam impedir o aborto de uma menina de 10 anos inspirou um grupo de mulheres que também se mobilizou na frente do mesmo hospital para defender o direito da menor e permitir que ela pudesse realizar o aborto – como, aliás, foi autorizado pela Justiça na sexta-feira (14).

A reação partiu das integrantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco, que conseguiram fazer com que grupos de fanáticos religiosos deixasse o local.

“Essas são as pessoas que defendem a vida! Mulheres do Fórum De Mulheres de Pernambuco foram até o hospital defender a vida da menina de 10 anos que engravidou por ter sido estuprada pelo tio”, escreveu o Instituto Marielle Franco, parabenizando o grupo de mulheres pernambucanas por sua ação.

No final da tarde deste domingo (16), o aborto terminou sendo realizado. Segundo boletim médico, a menina passa bem e já está em recuperação.

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).