Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de março de 2020, 08h02

“Não gostar de mulher é direito, ofender a mulher é crime”, diz Cármen Lucia

A ministra também lamentou a falta de mulheres no Judiciário brasileiro

Cármen Lúcia (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A minista do Supremo Tribunal Federal (STF) comentou em entrevista à jornalista Miriam Leitão, do O Globo, sobre a exclusão da participação de mulheres em instâncias de poder e citou o exemplo do Judiciário. Para ela, há uma “luta enorme” das mulheres e que é preciso ter respeito “pela palavra do outro”.

“Vamos ter eleição este ano, mas não teremos no TSE nenhuma mulher, nem como substituta. Saindo a Rosa (ministra Rosa Weber) não teremos nenhuma”, lamentou a ministra.

“Passei uma resolução no Conselho Nacional de Justiça para tentar colocar mais mulheres nos órgãos colegiados. Vejo uma luta enorme das mulheres. É preciso olhar o conjunto, porque somos uma sociedade machista. Não gostar de mulher é direito, ofender a mulher é crime. É preciso respeito por todos”, continuou.

Cármen Lucia também comentou sobre os recentes ataques contra Patrícia Campos Mello, da Folha. Para ela, o ataque à jornalista também deixa outras mulheres da profissão vulneráveis.

“Acho isso muito grave. Primeiro é mais uma manifestação de um Brasil varonil. O Brasil é feito só de varões? No caso de profissões como a do jornalismo que dão voz e vez aos que não têm as informações, nem a voz para se manifestar. A imprensa cumpre esse papel”, declarou.

“No caso de uma jornalista criticada dessa forma desrespeitosa, quando isso acontece é como se todas as mulheres em todas as profissões ficassem mais vulneráveis”, continuou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum