Polícia indicia homem por injúria contra prefeita que teve câncer de mama

Internauta se dirigiu à prefeita de Pederneiras (SP) como “monoteta”, em referência ao procedimento médico que ela sofreu para retirar uma parte do seio por causa do câncer

Após ofender, nas redes sociais, a prefeita de Pederneiras, no interior de São Paulo, um homem foi indiciado por injúria qualificada. Ivana Camarinha (PV) registrou boletim de ocorrência (BO) em fevereiro, porque o internauta a chamou de “monoteta”.

O homem criticava ações da prefeitura com relação à vacinação contra a Covid-19 na cidade e se referiu ao fato de Ivana ter passado por um procedimento chamado quadrantectomia, para retirar uma parte do seio por causa do câncer de mama.

Foto: Facebook/Reprodução

O caso foi registrado na Polícia Civil por crimes de injúria, difamação, calúnia e injúria qualificada. O autor foi identificado e localizado pela polícia na cidade de Ribeirão Preto (SP).

De acordo com o delegado Marcelo Bertoli Gimenes, o homem manifestou arrependimento pelo comentário e afirmou ter falado a respeito da prefeita nas redes sociais de forma irracional. Ele declarou, ainda, que mandou uma mensagem de desculpas à prefeita e que estava passando por um momento emocionalmente conturbado quando fez a publicação.

O inquérito policial será concluído com o relatório e, na sequência, encaminhado para a 2ª Vara de Pederneiras, que irá remeter à Promotoria de Justiça.

“Vulgar e baixo”

À época, durante entrevista ao G1, Ivana afirmou que ficou inconformada com o ataque, que classificou como “vulgar e baixo”.

“É uma agressão contra as mulheres, contra os doentes, contra as deficiências em geral. Na política escuto todo tipo de ofensas, mas essa extrapolou todos os limites de maneira violenta. Confesso que me choquei quando vi, mas não quero me deixar abater”, relatou.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.