Imprensa livre e independente
06 de abril de 2018, 15h57

Namorado de Fátima Bernardes vai ao sindicato em solidariedade a Lula: “Não sou petista, sou jurista”

"Estamos no sindicato dos metalúrgicos do ABC paulista ao lado do ex-presidente Lula para defender a ordem constitucional e a democracia”, postou Túlio

Túlio Gadêlha, namorado da apresentadora Fátima Bernardes, publicou uma foto em seu Instagram no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, onde acontece a vigília em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e onde ele também se encontra. 06.04 | Estamos no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista ao lado do ex-presidente #Lula para defender a ordem constitucional e a democracia. Não sou petista, sou jurista. Uma publicação compartilhada por Túlio Gadêlha (@tulio.gadelha) em 6 de Abr, 2018 às 7:52 PDT “Estamos no sindicato dos metalúrgicos do ABC paulista ao lado do ex-presidente Lula para defender a ordem...

Túlio Gadêlha, namorado da apresentadora Fátima Bernardes, publicou uma foto em seu Instagram no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, onde acontece a vigília em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e onde ele também se encontra.

“Estamos no sindicato dos metalúrgicos do ABC paulista ao lado do ex-presidente Lula para defender a ordem constitucional e a democracia. Não sou petista, sou jurista”, escreveu Túlio, em foto ao lado da pré-candidata à presidência Manuela D’ávila, do PCdoB.

Não é a primeira vez que Túlio manifesta sua visão política. O advogado chegou a concorrer aos cargos de deputado federal por Pernambuco (2014) e vereador de Recife (2012), ambas as vezes pelo PDT, sem sucesso. Gadêlha também é um crítico de Temer.

Veja também:  Rede bolsonarista ataca Fátima Bernardes por selinho em Tata Werneck

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum