Imprensa livre e independente
13 de junho de 2014, 13h26

“Não serão xingamentos que vão me intimidar”, diz Dilma Rousseff

Durante lançamento da primeira etapa do BRT, em Brasília, presidenta declarou que já sofreu agressões na pele e que tai situações a fortalece

Durante lançamento da primeira etapa do BRT, em Brasília, presidenta declarou que já sofreu agressões na pele e que tais situações a fortalecem Por Redação A presidenta Dilma Rousseff rebateu nesta sexta-feira (13) pela manhã as agressões verbais que sofreu ontem (12) durante o jogo entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. O discurso aconteceu em Brasília, onde Rousseff esteve presente para inaugurar a primeira etapa do BRT do Distrito Federal. Em sua fala, Dilma Rousseff declarou que não se deixa “abater por agressões verbais. “Eu não vou me deixar perturbar por agressões verbais. Não vou me...

Durante lançamento da primeira etapa do BRT, em Brasília, presidenta declarou que já sofreu agressões na pele e que tais situações a fortalecem

Por Redação

A presidenta Dilma Rousseff rebateu nesta sexta-feira (13) pela manhã as agressões verbais que sofreu ontem (12) durante o jogo entre Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. O discurso aconteceu em Brasília, onde Rousseff esteve presente para inaugurar a primeira etapa do BRT do Distrito Federal. Em sua fala, Dilma Rousseff declarou que não se deixa “abater por agressões verbais.

“Eu não vou me deixar perturbar por agressões verbais. Não vou me deixar atemorizar por xingamentos que não podem ser sequer escutados pelas crianças e pelas famílias”, disse Dilma.

A presidenta também lembrou que já enfrentou situações piores.”Na minha vida, enfrentei situações que chegaram ao limite físico. Durante a ditadura militar eu suportei não foram agressões verbais, foram agressões físicas. Suportei agressões físicas que são quase insuportáveis. E nada me tirou do meu rumo, nada me tirou dos meus compromissos nem do caminho que tracei para mim mesma. Não serão xingamentos que vão me intimidar e atemorizar. Eu não vou me abater por isso”, declarou Dilma.

Veja também:  Nos braços de Doria, Alexandre Frota se diz decepcionado com Bolsonaro: "Precisa olhar pra trás"

“Eu não me abaterei e nem deixarei abater. Podem apostar que isso me fortalece”, finalizou a presidenta.

(Crédito da foto da capa: DTNews)

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum