Imprensa livre e independente
10 de julho de 2019, 18h47

Nervosa e lendo um texto, Tabata Amaral tenta justificar seu voto a favor da reforma da Previdência de Bolsonaro

Deputada toma a decisão mesmo sabendo que pode ser expulsa do PDT; ela teria, inclusive, sido informada disso por Carlos Luppi

Foto: Reprodução
Visivelmente nervosa e lendo um texto, a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) publicou um vídeo nas redes sociais, com o objetivo de tentar justificar seu voto favorável à reforma da Previdência, elaborada pelo governo de Jair Bolsonaro. “Meu voto pela reforma da Previdência é um voto de consciência. Não é um voto vendido, não é um voto por dinheiro de emendas. É um voto que segue as minhas convicções e tudo que estudei até aqui”, diz ela. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo. “Ao tomar essa decisão, eu olho para...

Visivelmente nervosa e lendo um texto, a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) publicou um vídeo nas redes sociais, com o objetivo de tentar justificar seu voto favorável à reforma da Previdência, elaborada pelo governo de Jair Bolsonaro.

“Meu voto pela reforma da Previdência é um voto de consciência. Não é um voto vendido, não é um voto por dinheiro de emendas. É um voto que segue as minhas convicções e tudo que estudei até aqui”, diz ela.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Ao tomar essa decisão, eu olho para o futuro do país e não para o próximo processo eleitoral. Quem me conhece, sabe da minha luta pelos mais pobres. Sabe da minha trajetória. Hoje a Previdência tira dinheiro de quem menos tem e transfere para os mais ricos”, prossegue.

Em outro trecho, ela afirma: “Ser de esquerda não pode significar que a gente vai ser contra um projeto que de fato pode tornar o Brasil mais inclusivo e mais desenvolvido”, declara.

Veja também:  "Estamos diante de uma tragédia humanitária", diz Eduardo Fagnani sobre a Previdência

Tabata toma a decisão mesmo sabendo que pode ser expulsa do PDT. O próprio Carlos Luppi, presidente do partido, teria informado isso a ela.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum