Imprensa livre e independente
08 de outubro de 2018, 21h06

No Jornal Nacional, Haddad defende “espírito desarmado”, emprego e educação

“Nosso projeto está ao lado da social-democracia, que cuida dos trabalhistas, que respeita a Constituição e que oferece possibilidades de emprego e educação”, afirmou

Foto: Reprodução/TV Globo Em entrevista ao Jornal Nacional, na noite desta segunda-feira (8), Fernando Haddad (PT) defendeu “espírito desarmado” para a condução da campanha no segundo turno. Além disso, afirmou que essa nova etapa do processo será importante porque a população vai poder confrontar dois programas distintos. “Nosso projeto está ao lado da social-democracia, que cuida dos direitos trabalhistas, que respeita a Constituição e que oferece possibilidades de emprego e educação”. Haddad também destacou que respeita a democracia. Questionado sobre declarações do ex-ministro José Dirceu de que o PT “iria tomar o poder”, ele destacou que Dirceu não faz parte...

Foto: Reprodução/TV Globo

Em entrevista ao Jornal Nacional, na noite desta segunda-feira (8), Fernando Haddad (PT) defendeu “espírito desarmado” para a condução da campanha no segundo turno. Além disso, afirmou que essa nova etapa do processo será importante porque a população vai poder confrontar dois programas distintos.

“Nosso projeto está ao lado da social-democracia, que cuida dos direitos trabalhistas, que respeita a Constituição e que oferece possibilidades de emprego e educação”.

Haddad também destacou que respeita a democracia. Questionado sobre declarações do ex-ministro José Dirceu de que o PT “iria tomar o poder”, ele destacou que Dirceu não faz parte de sua campanha e que não participará de seu governo. “Eu discordo da formulação dessa frase. Para mim, a democracia está sempre em primeiro lugar”.

O petista finalizou pedindo a população que acompanhe o processo de campanha no segundo turno, porque os direitos do brasileiro e a democracia estão em jogo.

 

Veja também:  #TontosdoMBL dizem que querem jogar movimento contra Moro às vésperas de ato em defesa do ex-juiz

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum