Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h14

90 milhões caem para pobreza extrema após crise global

O número de pessoas que passam fome pode chegar a aumentar em mais de 90 milhões neste ano, segundo relatório da ONU divulgado nesta segunda-feira. A causa do que representa um retrocesso de 20 anos de melhora nas condições de vida e declínio da pobreza são a crise global do capitalismo, que diminuiu a liquidez de recursos também para as ajudas internacionais dos países mais ricos.

O aumento representa 6% do número de famintos registrados atualmente. A falta de recursos também aumentará as doenças e a agitação social principalmente no hemisfério sul, conforme relatório intitulado "Relatório de Metas de Desenvolvimento do Milênio", apresentado em Genebra pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon.

G8
Moon chegou a apelar ao G-8 para ampliar a ajuda financeira aos países africanos no próximo ano. O grupo se reunirá em Áquila, centro da Itália, entre os dias 8 e 10 de julho. O grupo tem sido questionado por países considerados “em desenvolvimento”, principalmente pelo presidente Lula, que chegou a dizer, em viagem à Líbia, que o G-8 “não vale mais” como fórum representativo para discutir a crise.

Apesar de ter sido convidado para o segundo dia de discussões do grupo, Lula já está se articulando com o presidente francês, Nicolas Sarcoky, para defender conjuntamente o G20 como fórum mais adequado para discutir os rumos da economia global.

Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores brasileiro, chegou a declarar que os dois países querem criar um mundo multipolar e lamentou que existam "duas classes de cidadãos do mundo, uma primeira classe do G8 e uma segunda classe, que seriam os outros".

Lula e Sarkozy prometem escrever artigos em conjunto para a imprensa francesa defendendo também outras pautas em comum, como alternativas para a questão climática e a segurança alimentar.

Com informações de agências.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags