terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Acusado por Mourão, ex-diretor do Inpe dá invertida: “Em Ciência, quem tem cinco estrelas sou eu”

Pesquisador do Observatório da Terra, Gilberto Camara respondeu vice-presidente, que negou gravidade de queimadas e atribuiu dados negativos a um opositor no instituto

O pesquisador Gilberto Camara, diretor do Grupo de Observações da Terra (GEO, na sigla em inglês) e ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), rebateu acusações do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, de que os dados negativas sobre queimadas são fornecidos por um opositor do governo no instituto.

“Bom dia, @GeneralMourao. Primeiro: não faço oposição ao governo, defendo o Brasil tanto quanto voce. Segundo: não trabalho mais no INPE. Terceiro: em Ciencia, quem tem cinco estrelas sou eu”, escreveu Camara, no Twitter.

Na última terça-feira (15), Mourão minimizou a gravidade das queimadas que devastam a Amazônia e o Pantanal e acusou, sem provas, um servidor do Inpe que faz oposição ao governo de divulgar dados apenas negativos. 

“Eu recebo o relatório toda semana. Até dia 31 de agosto, nós tínhamos 5 mil focos de calor a menos do que 31 de agosto do ano passado, entre janeiro a agosto. Agora, o Inpe não divulga isso. Por quê?”, indagou o vice, ao ser questionado em uma entrevista sobre os dados mais altos neste ano.

“Não é o Inpe que está divulgando. É o doutor Darcton [Policarpo Damião] lá, que é o diretor do Inpe, que falou isso? Não. É alguém lá de dentro que faz oposição ao governo. Eu estou deixando muito claro isso aqui. Aí, quando o dado é negativo, o cara vai lá e divulga. Quando é positivo, não divulga”, acusou Mourão, sem citar o nome do opositor.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.