Fórumcast #20
08 de fevereiro de 2017, 16h58

“Agora você vai apanhar”: Universitário é espancado por policiais em estação de trem por sentar no chão

Um vídeo divulgado pela Ponte Jornalismo, com imagens fortes, mostram um jovem universitário sendo agredido por seguranças – que se identificaram como policiais – na estação Barra Funda, em São Paulo, por ele ter insistido em ficar sentado no chão da estação para esperar a namorada. Assista

Por Redação*

Na noite desta terça-feira (7), um jovem universitário de 20 anos foi espancado por seguranças da estação Barra Funda da CPTM e do Metrô de São Paulo. Arthur Damascena da Silva conta que tinha saído do trabalho e, cansado, resolveu esperar a namorada sentado no chão da estação. Por não obedecer a uma primeira advertência de um segurança para que ele levantasse, sob a alegação de que estava “atrapalhando o fluxo”, ele foi arrastado e espancado por outros seguranças, que se identificaram como policiais.

O próprio jovem e um transeunte gravaram a ação pelo celular e as imagens foram divulgadas pela Ponte Jornalismo. É possível ver Athur pedindo por socorro, alegando que não havia feito nada, enquanto um dos “policiais” pressiona sua cabeça ao chão usando o joelho.

Veja também:  Redução do combate ao desmatamento na Amazônia é alvo de inquérito do MP

“Vai quebrar o pescoço dele!”, advertiu um usuário da estação.

O jovem contou que os homens o levaram até um corredor e continuaram as agressões, e ainda o ameaçaram: “Se contar pra alguém, a coisa vai ficar feira”.

Em nota, a CPTM disse que vai apurar o caso e o delegado responsável pelas investigações afirmou que utilizará as imagens das câmeras de segurança.

Confira.

*Com informações da Ponte Jornalismo


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum