Alexandre de Moraes suspende depoimento de Wilson Witzel no processo de impeachment

Defesa do governador alega que não que não teve acesso ao material que compõe o processo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspende o depoimento do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), agendado para segunda-feira (28).

O ministro do STF atendeu um pedido da defesa da Witzel que alegou falta de acesso as provas que fazem parte do processo contra o governador afastado.

Em sua decisão, Moraes decidiu que o depoimento de Witzel só deve acontecer depois de os advogados do governador afastado ter acesso aos documentos que servem às acusações contra Witzel.

Moraes também determinou que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deve dar à defesa de Witzel pelo menos cinco dias para analisar os documentos antes do novo depoimento ser marcado.

A decisão do ministro do STF também determinou que a defesa de Witzel tem o direito de interrogar Edmar Alves dos Santos, ex-secretário de Saúde do Rio e delator que serviu de base para a construção do processo contra o governador afastado do RJ.

Com informações da CNN Brasil.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).