Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de março de 2016, 16h21

Alvo era a “corrupção”, mas só ódio a Lula e Dilma uniu os manifestantes em Copacabana

Gritos contra os presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL), ambos investigados pelo STF, não causavam a mesma comoção no protesto

Por Redação

Várias pessoas com as camisetas da CBF – cujo presidente e dois ex-presidentes são investigados por corrupção, um deles, inclusive, o ex-governador de São Paulo José Maria Marin segue preso nos Estados Unidos – seguiram pelo Metrô do Rio para a orla de Copacabana para participar dos protestos contra a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula.

Apesar de o discurso ser contra a corrupção, o foco dos gritos e cartazes era o PT e seus líderes. Alguns manifestantes que tentaram palavras de ordem contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – alvo de inquérito por corrupção do Supremo, além de ser investigado por outros crimes, como lavagem de dinheiro e evasão de divisas – não conseguiam a mesma ressonância.

O mesmo aconteceu com gritos contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também investigado. Líderes da oposição citados em outros casos de corrupção – caso do presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), alvo de dois inquéritos no STF – ou mesmo nas delações da Operação Lava Jato – como o ex-presidenciável tucano Aécio Neves  (MG) – não eram lembrados pelos manifestantes.

Entre os camelôs, a preferência por Lula e Dilma como alvos ficaram claros. Além de faixas favoráveis ao impeachment, vendidas por R$ 5, fizeram sucesso os bonecos dos dois petistas como presidiários, oferecidos a R$ 10 a unidade.

Um avião contratado pela Frente Brasil Popular exibia uma faixa com a mensagem “Não Vai Ter Golpe” e provocava as vaias dos manifestantes sempre que cruzava a orla.

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum