Ana Paula Valadão será investigada por declarações homofóbicas

Cantora gospel afirmou que o HIV/Aids está aí "para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte"

A cantora gospel Ana Paula Valadão será investigada por homofobia pelo Ministério Público Federal (MPF), que acolheu uma denúncia contra a cantora.

Valadão, em 2016, afirmou que “isso (a homossexualidade) não é normal. Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos”, disse.

“A Bíblia chama de qualquer opção contrária ao que Deus determinou de pecado. E o pecado tem uma consequência que é a morte. Tái a Adis para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte e contamina as mulheres, enfim… Não é o ideal de Deus”, continuou a cantora gospel.

Essa declaração de Ana Paula Valadão foi dada no Congresso Diante do Trono, em 2016, e viralizou em setembro desse ano.

Diante disso, o ativista LGBT Agripino Magalhães fez uma denúncia ao MP de Belo Horizonte para que investigasse o possível crime de homofobia por parte da cantora. Em novembro, o procurador Helder Magno da Silva determinou a abertura de inquérito contra Ana Paula Valadão, informa a Folha de SP.

Em sua decisão, o procurador Helder Magno afirmou que a declaração de Ana Paula Valadão “remonta à década de 1980 a narrativa da Aids como ‘doença/câncer/peste gay’ ou mesmo ‘castigo de Deus’, que se baseava na desinformação sobre o vírus e desconhecimento sobre a doença. Tal concepção, inclusive, foi há muito superada pelo conhecimento médico-científico”.

Ainda em sua decisão, o procurado afirmou que “a situação, na forma em que foi narrada, caracteriza-se como ‘discurso de ódio’, restando ao Estado o deve de proteger as vítimas e responsabilizar os infratores, de maneira que essa atuação é ainda mais necessária no atual cenário brasileiro”.

De acordo com levantamento da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), os dados oficiais (Ministério da Saúde/SUS) mostram que o HIV avançou, principalmente, entre homens heterossexuais, que representam 49% de casos; os homens homossexuais, 38%; bissexuais, 9,1%.

Abaixo, a declaração da cantora gospel:

Neste outro vídeo, você pode conferir a entrevista com Ana Paula Valadão na íntegra a partir do minuto 56:35:

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR