Aos 80 anos, Francisco Weffort morre em São Paulo

Fundador do PT e ex-ministro da Cultura do governo FHC, o cientista político Francisco Weffort teria morrido em decorrência de um procedimento médico, segundo o professor José Álvaro Moisés

Fundador do PT e ex-ministro da Cultura do governo FHC, o cientista político Francisco Weffort morreu na noite deste domingo aos 80 anos em São Paulo.

Segundo José Álvaro Moisés, coordenador do Grupo de Trabalho da Qualidade da Democracia do IEA/USP, Weffort teria morrido em decorrência de um procedimento médico.

“Estou completamente chocado, arrasado mesmo, com a noticia que chega da morte do Professor Francisco Correa Weffort, ocorrida ontem a noite durante um procedimento medico. Nao tenho palavras para expressar a dor que sinto com essa trágica passagem do meu professor, amigo e, sobretudo, o grande intelectual de defesa da democracia que foi Weffort, uma pessoa generosa, fraterna, e cuja voz e pensamento eram mais do que nunca necessários nesse momento da vida do pais”, afirmou Moises em publicação no Facebook na manhã desta segunda-feira (2).

Diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV, a professora Claudia Costin confirmou a informação no Twitter.

“Acabo de receber a triste notícia do falecimento do Francisco Weffort, cientista político, ex-ministro da Cultura e professor titular da USP. Conversávamos muito no governo Fernando Henrique Cardoso”, tuitou.

Weffort nasceu em 17 de maio de 1937 em Quatá, no interio de São Paulo. Em 1968, tornou doutor em Ciência Política pala USP com a tese Populismo e Classes Sociais.

Foi membro fundador do PT e Secretário-Geral do partido nos anos de 1984 a 1988. Com a eleição de FHC, Weffort deixou o PT e assumiu o cargo de Ministro da Cultura entre 1995 e 2002.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR