Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de janeiro de 2017, 16h20

Após aumento de velocidade em SP, marginais registram um acidente a cada 4 horas

Apenas 36 horas depois da mudança, que foi uma promessa de campanha do prefeito João Doria (PSDB), marginais Pinheiros e Tietê já registraram 9 acidentes. Trânsito lento também aumentou e motoristas não conseguiram sequer trafegar no antigo limite

Por Redação

As consequências de um aumento de velocidade nas duas maiores vias de São Paulo, as marginais Pinheiros e Tietê, começam a aparecer menos de dois dias após sua implantação. Ao reduzir os limites de velocidade, o ex-prefeito Fernando Haddad se baseou em estudos que garantiam menos acidentes e um aumento da velocidade média dos veículos. O atual prefeito João Doria (PSDB), no entanto, resolveu ignorar os fatos e cumprir sua promessa populista de campanha de aumentar as velocidades e o resultado é um acidente a cada 4 horas e uma lentidão maior do tráfego.

Desde que foi implantado o programa Marginal Segura, na madrugada da última quarta-feira (25), ocorreram nove acidentes, quase todos com feridos, entre as duas vias. O programa previa também, além do aumento dos limites de velocidade, mais sinalização e atendimento rápido em casos de acidentes. Dos 9 acidentes que aconteceram desde a implantação do programa, ao menos três receberam atendimento mais de 30 minutos depois.

Leia também: Carro bate nas marginais enquanto prefeitura mudava placas aumentando a velocidade

Além do aumento dos acidentes e da demora do atendimento, o aumento das velocidades não garantiu um fluxo mais rápido. Ao contrário do prometido, desde quarta-feira motoristas encontram dificuldades até para atingir a antiga velocidade da gestão Haddad.

Quando implementou a redução dos limites, a antiga gestão municipal conseguiu reduzir em 57,14% o número de acidentes fatais nas vias.

 

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum