Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de fevereiro de 2014, 16h18

Após parodiar PM, Fábio Porchat é ameaçado de morte

Simpatizantes da Polícia Militar do RJ escreveram em blogue que o ator merece ser "fuzilado' e que ele é o novo inimigo da PM

Simpatizantes da Polícia Militar do RJ escreveram em blogue que o ator merece ser “fuzilado’ e que ele é o novo inimigo da PM

Por Redação

Simpatizantes da PM declararam que o ator merece ser fuzilado e que desrespeitou a corporação

Na semana passada foi ao ar um vídeo produzido pela equipe de comediantes da Porta dos Fundos intitulado “Dura”, no qual os atores flagram dois policiais militares dormindo dentro da viatura e dão uma dura utilizando os mesmo métodos comumente utilizados pela PM. Porém, na última quinta-feira (5), o ator Fábio Porchat começou a receber ameaças de morte de simpatizantes da Polícia Militar que mantêm o Blog do Soldado, que foi retirado do ar.

Um dos membros do blogue escreveu que o ator merece ser fuzilado. “Você, Fábio Porchat, merece ter sua carinha totalmente furada por tiros de fuzil, para aprender a respeitar os milhares de homens e mulheres que compõem a tropa da PM”. Em outro momento, chamam o ator de “maconheiro” e convocam a PM a reagir tal “desrespeito”.

“Seu playboyzinho maconheiro! Não estamos incitando a violência, mas bem que esse Fábio Porchat deveria pagar caro por esta humilhação (…)“Vai pagar caro por isso! Alô, poliçada militar!! Temos mais um inimigo declarado e que fez questão de mostrar isso. O que um filho da puta como esse merece?”. Após tomar conhecimento das ameaças, a Polícia Militar do Rio de Janeiro declarou que o blogue não tem ligação com a corporação e que “repudia totalmente esse tipo de publicação, que aliás não é canal oficial da corporação”.

O pai do comediante, o ex-deputado Fábio Porchat, foi ao Congresso Nacional pedir ajudar e proteção ao filho. Em carta enviada ao senador Álvaro Dias (PSDB-PR), ele pede ajuda para que o comediante possa continuar a “exercer o livre pensamento”. Dias declarou que vai procurar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e pedir que cobre das autoridades do Rio de Janeiro que alguma providência seja tomada e que a integridade do ator seja mantida.

A seguir, assista ao vídeo que gerou as ameaças a Fábio Porchat:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum