Após piada homofóbica contra maranhenses, Flávio Dino diz que vai processar Bolsonaro

Em visita ao Maranhão, presidente chamou maranhenses de "boiola" ao beber o guaraná Jesus; "E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica", disse o governador

Adversário político de Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta quinta-feira (29) pelas redes sociais que vai processar o presidente. A manifestação do comunista vem na esteira da piada homofóbica que o capitão da reserva fez contra os maranhenses em vista ao estado.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”, escreveu Dino.

O governador se referiu à “brincadeira” preconceituosa feita por Bolsonaro ao tomar um copo do tradicional guaraná regional, o Jesus.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos, a pessoas próximas. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida. Enquanto isso, sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

Bolsonaro foi a São Luís para inaugurar um trecho da rodovia BR-135. No início da tarde, ele se encaminhou para Imperatriz, onde tem agenda para entregar mais obras no estado.

Logo que chegou à capital, o presidente tropeçou e quase caiu. O jornalista George Marques, que é maranhense, ironizou: “Foi só pisar no Maranhão que o Bolsonaro começou a cair”.

Assista.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR