Vídeo: Em pregação, pastora promove racismo e LGBTfobia

Durante discurso, a religiosa Karla Cordeiro afirmou que é um "absurdo pessoas cristãs levantarem bandeiras" políticas

Em encontro realizado no último sábado (31), a pastora Karla Cordeiro, da Arena Jovem – Nova Friburgo, que é o ministério da juventude da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra, promoveu racismo e LGBTfobia em seu discurso.

Para a religiosa, “é um absurdo pessoas cristãs levantando bandeiras políticas, bandeiras pretas, bandeiras de LGBTQIA+ sei lá quantos símbolos tem isso daí. É uma vergonha!”.

A declaração racista e homofóbica da pastora faz parte de um culto ao qual ela deu o título de “Falsidade”, chega a ser irônico: cristão que deveria pregar o amor ao próximo, pregando o ódio. Onde será que reside a falsidade?

Abaixo, você pode conferir a pregação da pastora na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=GA7vAEOOkiY

A Arena Jovem foi fundada pela Bispa Lúcia Rodovalho. Anualmente realizam encontro nacional e é considerado um dos maiores espaço de jovens evangélicos do Brasil.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR