Blogs

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de fevereiro de 2020, 22h18

As feministas lutam por equidade; na hora que buscarmos vingança, a coisa vai ficar feia

Onde estão as feministas? Estamos aqui, seus filhos de chocadeira, apanhando da direita e da esquerda por não concordarmos com posturas misóginas de nossos companheiros

A jornalista Patricia Campos Mello foi difamada de forma abjeta por Hans River do Rio (!) Nascimento, ex-funcionário de uma empresa que fez disparos via Whatsapp para campanhas políticas, durante depoimento na CPI das Fake News. Ele disse que ela quis sair com ele em troca de informações num depoimento todo inconsistente e cagadíssimo.

E não adianta falar a verdade. Não adianta publicar matéria, apresentar prova, print, áudio. Eles já aprenderam que, se desagrada ou sai do script que eles querem, é só apontar a gritar FAKE NEWS! que fica por isso mesmo. Entre eles, é resolvido o assunto, não importa qual sejam os fatos. Os fatos, agora, são apenas os que corroboram com a narrativa necessária no vórtex de memes e piadas grotescas.

O nível hoje foi baixíssimo. Os sabujos não descansaram, até montagem pornográfica com “o negão” e uma branca eles fizeram. Racistas, misóginos, canalhas do pior tipo mas que de bobos não têm nada. Eles se valem das noções mais rasas, da primeira linha das buscas do google, contam com as associações mais básicas e ganham. Ganham em suas narrativas fáceis, toscas, desonestas. Mas ganham.

Sinceramente, só consigo pensar que estamos fodidos. Não há verdade que possa combater o ímpeto destrutivo das hienas, da manada, dessa merda toda. Não querem verdade, querem provas de que estão certos.

Querem encher o saco, xingam todas as feministas o tempo todo mas, quando nos posicionamos, eles vem em enxames perguntar por que não nos posicionamos em outros lugares. Porque nunca está bom. Onde estão as feministas? Estamos aqui, seus filhos de chocadeira, apanhando da direita e da esquerda por não concordarmos com posturas misóginas de nossos companheiros, repetindo que não há nada mais parecido com um machista de direita do que um machista de esquerda, estamos aqui, exaustas e putíssimas das nossas caras porque nossa palavra nunca basta, nem com provas, porque abuso, assédio, estupro, são os únicos crimes em que a vítima é tratada como réu e tem que devassar a própria vida pra provar que foi mesmo vítima. E nem assim.

Querem trazer a questão racial sem entender interseccionalidade, querem que sejamos as babás do mundo, querem encher o nosso saco e cobram uma coerência que passa longe de qualquer parte desse governo, desses apoiadores nojentos, dessa gente pegajosa, machista, que prega os bons costumes da família mas são baixos, tão baixos que sempre vão usar nossos corpos, nosso gênero, tudo que puderem contra nós.

Aquele homem mentiu e eu espero que ele pague por isso. Mas não boto mais fé. Tá difícil, né? Olha, os homens machistas realmente têm muita sorte que, até agora, só buscamos equidade. Na hora que quisermos vingança, quem estará fodido serão eles.

Talvez não demore.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum