Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de junho de 2016, 15h38

Ator assedia homens em campanha do Instituto Maria da Penha

Vídeo causa desconforto por reproduzir a linguagem dos agressores nas ruas contra mulheres; objetivo é conscientizar os homens que assédio não é elogio, mas um tipo de violência.

Vídeo causa desconforto por reproduzir a linguagem dos agressores nas ruas contra mulheres; objetivo é conscientizar os homens que assédio não é elogio, mas um tipo de violência

Por Redação

Para combater a agressão verbal sofrida pelas mulheres no dia a dia, o Instituto Maria da Penha (IMP) criou a campanha “Cale o Assédio”.

O vídeo de divulgação foi produzido pela F.biz e publicado nos sites de maior audiência masculina, como ESPN, GQ Brasil e UOL. A intenção é conscientizar os homens que assédio não é elogio, mas um tipo de violência.

O vídeo não pode ser pulado ou pausado, como forma de mostrar a realidade vivida por mulheres de variadas idades, que não conseguem evitar o assédio.

Com frases como “Não foge que eu gamo” e “Vem, tesão, delícia”, a campanha busca incomodar. “E se colocássemos os homens no lugar das mulheres, será que eles ainda pensariam assim?”, questiona.

No site da campanha, o Instituto diz que o assédio diário não é tratado com a relevância que merece e, em termos legais, enquadra-se em uma categoria genérica que não combate, especificamente, o problema.

A entidade está reunindo assinaturas de apoiadores da causa. Para saber mais, clique aqui.

Foto de capa: Reprodução/YouTube


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum