quarta-feira, 28 out 2020
Publicidade

Bolívia: deputado do MAS, partido de Evo Morales, é eleito presidente da Câmara

Líder da bancada do Movimiento al Socialismo (MAS), partido de Evo Morales, Sergio Choque foi eleito nesta madrugada de quinta-feira (14) como presidente da Câmara dos Deputados da Bolívia. Em suas primeiras declarações depois da posse, Choque criticou a repressão policial no país e adiantou que introduzirá na Câmara um Projeto de Lei para recuar o Exército.

Em seu discurso, Choque denunciou a violação do Estado democrático na Bolívia através do golpe, protagonizado pelas Forças Armadas, que forçou Evo Morales a renunciar no último domingo (10). “Diga ao mundo que os direitos fundamentais, o direito à liberdade de expressão, a vida e a educação estão sendo violados, direitos que foram violados por este golpe com a Polícia e as Forças Armadas”, afirmou.

No discurso, Choque também cobrou o fim dos embates entre apoiadores de Morales e golpistas. “Não podemos mais nos enfrentar”, disse o novo presidente da Câmara.

Evo agora está asilado no México e, aproveitando a crise política no país, a senadora Jeanine Añez, do partido Democratas, se autoproclamou presidenta da Bolívia nesta terça (12). No entanto, partidários do MAS possuem a maioria do Legislativo e não respaldam o nome de Añez.

Ainda, posse de Sergio Choque pode colocar em xeque a autoproclamação da senadora, assim como desconhecer a renúncia apresentada pelo presidente boliviano.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.