Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de fevereiro de 2020, 09h40

Bolívia: Evo Morales será candidato a senador nas eleições de maio

Ex-presidente, deposto no golpe de Estado de novembro de 2019, tentará uma vaga na Assembleia Nacional do seu país, pelo departamento de Cochabamba, mas fará campanha desde seu exílio, na Argentina

Evo Morales - Foto: Reprodução/Twitter

O partido MAS (Movimento Ao Socialismo, principal força política de esquerda da Bolívia), confirmou que o ex-presidente Evo Morales será candidato ao Senado pelo departamento de Cochabamba, nas eleições de 3 de maio.

Morales governou a Bolívia entre janeiro de 2006 e novembro de 2019, quando foi deposto por um golpe de Estado.

“O nome do nosso irmão Evo Morales já está nas listas oficiais, agora temos que trabalhar por ele”, afirmou Leonardo Loza, um dos líderes sociais de Cochabamba, também membro do MAS, e provável representante de sua campanha na Bolívia.

Atualmente, Evo Morales se encontra em asilo político na Argentina, já que a ditadura que assumiu o poder, liderada por Jeanine Áñez e com o apoio das Forças Armadas, instalou um processo de lawfare, e o acusa por vários supostos crimes eleitorais e administrativos. Por essa razão, a campanha do líder indígena não contará com a sua presença física.

A inscrição da candidatura de Morales foi cercada de problemas. A polícia boliviana chegou a prender uma das advogadas do ex-presidente, Patricia Hermosa, encarregada de realizar os trâmites de inscrição, e também chegou a ameaçar seu outro advogado, Wilfredo Chávez.

No entanto, e apesar de os dirigentes do MAS assegurarem que a candidatura de Morales “cumpre com todos os requisitos legais”, o presidente do Tribunal Eleitoral da Bolívia, Salvador Romero (aliado da ditadora Áñez), disse que o organismo deverá analisar a documentação de todos os candidatos durante esta semana. Também explicou que os partidos poderão mudar suas listas de candidatos ao Legislativo até a última semana antes das eleições, que acontecerão no dia 3 de maio.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum