Bolsonaristas realizam ato em defesa do “tratamento precoce” e contra o lockdown em Curitiba

Na porta do prefeito Rafael Greca, eles rezaram e pediram a liberação do comércio

Publicidade

Um grupo de bolsonaristas realizou uma manifestação neste domingo (28), em Curitiba (PR), contra o lockdown e favorável ao tratamento precoce.

Com um carro de som, os manifestantes pediram o fim do lockdown e a reabertura do comércio. No trajeto, eles parodiaram uma música de Geraldo Vandré, “Para não dizer que não falei das flores”, que foi um hino na luta contra a ditadura militar no Brasil (1964-1985).

De acordo com o Bem Paraná, um dos versos da paródia dizia: “nos quarteis generais planejam ação, mas não tem o apoio da população”.

A manifestação seguiu até a casa do prefeito, Rafael Greca (DEM), onde o grupo fez uma oração, e depois foram à casa da secretária de Saúde, Márcia Huçulak, onde também rezaram.

Foto: Eduardo Matysiak

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR