quinta-feira, 1 out 2020
Publicidade

Bolsonaro inicia doutrinação ideológica com programa de Olavo de Carvalho na TV Escola

O blogueiro Allan dos Santos, editor do portal Terça Livre, anunciou em suas redes sociais nesta segunda-feira (9) que o canal público TV Escola, administrado pelo Ministério da Educação, terá em sua programação episódios da produtora “Brasil Paralelo”, que prega a versão de Olavo de Carvalho sobre diversos temas relacionados ao país.

Teremos Brasil Paralelo na TV Escola. Teremos Olavo de Carvalho na TV aberta. Grande dia”, celebrou o blogueiro no Twitter.

A produtora de vídeos Brasil Paralelo surgiu em 2016 como um projeto de amigos do curso de administração da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em Porto Alegre.  A principal proposta do grupo é fazer frente ao que acredita ser uma predominância de ideais da esquerda no universo da cultura do país.

Em 31 de março deste ano, aniversário do golpe militar, a produtora lançou “1964: O Brasil entre Armas e Livros”, documentário que justifica a derrubada do presidente João Goulart como um movimento de reação à ameaça comunista. A produção foi elogiada pelos filhos do presidente Bolsonaro. O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), inclusive, já mencionou outras vezes que utiliza vídeos da produtora para estudar a história do país.

“Tenho estudado para a sabatina e isso inclui estudar a história nacional. Assim, tenho revisto episódios do Brasil Paralelo sobre a história do Brasil, como o episódio que trata da nossa independência passando por Leopoldina, Bonifácio e Princesa Isabel”, tuitou o deputado sobre os estudos no site, que além de Olavo, tem entre suas fontes o colega de Câmara e partido, Luiz Philippe de Orleans e Bragança.

O primeiro episódio da produtora na TV Escola será o “Brasil: A Última Cruzada”, contando a origem da expressão “entre a cruz e a espada”. Conteúdo da produtora irá passar no canal de segunda a sexta, às 21h.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.