Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de janeiro de 2020, 13h42

Bolsonaro oficializa demissão de Roberto Alvim por “pronunciamento infeliz” sobre o nazismo

Bolsonaro fez questão de comparar o nazismo ao comunismo no texto divulgado pelo Twitter em que comunicou o desligamento do secretário, que copiou discurso de Joseph Goebbels em vídeo divulgado nas redes oficiais da Secretaria de Cultura

Bolsonaro, Roberto Alvim e Abraham Weintraub, em live no Facebook (Foto: Reprodução)

Jair Bolsonaro oficializou pelo Twitter no início da tarde desta sexta-feira (17) a demissão do Secretário Especial de Cultura, Roberto Alvim, que publicou nos canais oficiais da secretaria um vídeo com clara apologia ao nazismo.

“Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência”, tuitou.

Bolsonaro ainda fez questão de comparar o nazismo ao comunismo no texto em que comunicou o desligamento do secretário.

“Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, como o nazismo e o comunismo, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas. Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos muitos valores em comum”.

Alvim publicou vídeo na noite desta quinta-feira onde copia trechos de um discurso de Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda na Alemanha Nazista, sobre as artes. A atitude provocou uma onda de repúdio nas redes na madrugada de sexta-feira.

O vídeo foi postado pela própria Secretaria Especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro. O objetivo era divulgar o Prêmio Nacional das Artes, apresentado horas antes em live com a participação do próprio presidente.

Alvim divulgou uma nota em sua conta particular no Facebook na manhã desta sexta-feira dizendo que foi “apenas uma coincidência retórica” o uso de uma frase do ministro da Propaganda nazista

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum