sábado, 24 out 2020
Publicidade

Bolsonaro rebate críticas sobre desmatamento: “Brasil é virgem que todo tarado de fora quer”

O presidente Jair Bolsonaro, em mais uma declaração polêmica, disse nesta sábado (6) que o Brasil é uma “virgem que todo tarado de fora quer”. A fala se deu como resposta às pressões da comunidade internacional contra o desmatamento na Amazônia, que segue crescendo.

“Vim aqui para mudar. Não estou preocupado com nada, a não ser fazer com que o meu país seja respeitado lá fora e dei a devida resposta para o Macron e para a Angela Merkel. Muito educada”, disse Bolsonaro a jornalistas antes de disparar: “O Brasil é uma virgem que todo tarado de fora quer. Desculpe aqui as mulheres”.

Desde o encontro do G20 no Japão, em junho, que lideranças internacionais têm intensificado a pressão contra o desmatamento da Amazônia no Brasil. A chanceler alemã, Angela Merkel, chegou a afirmar, por exemplo, que vê com “preocupação” as ações do governo Bolsonaro com relação ao tema. Já o presidente da França, Emmanuel Macron, cogita o rompimento nas relações comercias com o Brasil caso o país saia do acordo climático de Paris, possibilidade aventada pelo atual governo.

Para Bolsonaro, no entanto, o interesse da comunidade internacional em preservar a Amazônia se dá pelo fato de que os países do “primeiro mundo” querem a floresta preservada para que eles mesmos possam explorar depois. “Você sabe o que é Triplo A? Andes, Amazônia, Atlântico. São 136 milhões de hectares. O primeiro mundo quer para ele a administração dessa área. Você quer perder a Amazônia?”, questionou o presidente.

A declaração do capitão da reserva vem, além em meio à pressão de lideranças internacionais, após críticas do Papa Francisco com relação à política ambiental que vem sendo encampada no Brasil.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.