No PL, Bolsonaro articula Tarcísio Freitas para disputar o governo de SP e Salles no Senado

A filiação do presidente na legenda está marcada para o dia 30 deste mês

O presidente Jair Bolsonaro deve se filiar no PL no próximo dia 30 (terça-feira) e para tanto articula com Waldemar Costa Neto, presidente do partido, a sua chapa e palanques estaduais.

Para o governo do estado de São Paulo está previsto o lançamento do nome do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas. A chapa paulista também pode ter o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, como candidato ao Senado.

Todavia, Tarcísio Freitas ainda não disse “sim”, mas, como o convite partiu do presidente Bolsonaro, o ministro deve topar a empreitada.

Por sua vez, Ricardo Salles afirmou que, se Freitas foi o candidato, ele topa disputar o Senado, mas, caso o ministro de Infraestrutura não concorra ao Palácio dos Bandeirantes, prefere concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Apoio tucano

Inicialmente, o PL iria apoiar a candidatura de Rodrigo Garcia (PSDB), mas, com a chegada de Bolsonaro ao PL, Waldemar Costa Neto liberou os diretórios estaduais para fazerem as suas costuras.

Mas, o presidente já deixou claro que em São Paulo não topa palanque com Rodrigo Garcia por conta de este ser o apadrinhado de João Doria, desafeto do presidente com quem já bateu boca em público durante o auge da pandemia.

É neste imbróglio paulistano que entra o nome de Tarcísio Freitas para ser o candidato ao governo de São Paulo. O ministro tem até o dia 30 para responder ao presidente se topa ou não.

A candidatura de Tarcísio Freitas para o governo de SP é considerada chave, pois, assim Bolsonaro terá palanque naquele que é o maior colégio eleitoral do Brasil.

Publicidade

Plano B

Caso o projeto “Tarcísio Freitas governador” não vá adiante, o PL paulista já colocou na mesa o nome de Paulo Skaf para o ser o candidato ao governo.

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) está filiado ao MDB, mas já anunciou que vai deixar a sigla e, ao que tudo indica, migrar para o PL.

Notícias relacionadas

Com informações da Folha de S. Paulo

Publicidade
Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR